segunda-feira, novembro 27, 2006

Rescaldo da Festa de Aniversario

Decorreu no passado fim-de-semana o 1º Aniversario da Juventude de Malhapão. Foi uma festa modesta, mas onde nada faltou, desde petiscos e bebidas, até á boa disposição e alegria de todos. No sábado um pouco menos concorrida, devido à chuva e ao futebol, mas que contou com a presença da Dr.ª Laura Sofia Pires, Vereadora da Câmara Municipal, o Grupo de Jovens de Oiã, “Juntos com JC”, que com eles trouxeram muita animação, e como não podia deixar de ser pais e amigos da Juventude de Malhapão. No Domingo a sala de aulas encheu com as crianças da catequese e população que aproveitaram o sol que se fez sentir e o bom ambiente da festa, para tomarem o seu pequeno-almoço. Foi um fim-de-semana que decerto todos se lembraram e que assim marcou o nosso 1º aniversário. Esperemos que dias como estes se repitam vezes sem conta, por isso até breve! Agradecemos todos os apoios que tivemos, em especial à Câmara Municipal e ao Agrupamento de Escolas de Oiã, pela cedência das instalações da Escola Primaria. E um especial agradecimento a todos os que fizeram questão em festejar esta data connosco.

terça-feira, novembro 21, 2006

O subsidio que nos foi atribuído pela Câmara Municipal, no valor de 500€, que derivado ao grupo não estar formalizado, ficou-nos impossibilitado poder recebe-lo. Como não é o dinheiro que nos move, mantivemos a opinião de não nos formalizar, já que, no nosso ponto de vista, não necessitamos de estar formalizados para continuar o nosso trabalho, mas também não gostávamos de ver o dinheiro que nos foi atribuído não ser utilizado em proveito de mais ninguém, por isso, propusemos à Câmara que, o valor do subsidio fosse utilizado para obras na capela de Malhapão, aquisição de material para a catequese ou então que fosse doado a uma ou várias instituições de solidariedade da freguesia de Oiã.

Uma resposta positiva chegou-nos no inicio do mês passado, em que nos foi comunicado que o subsidio iria ser entregue à Comissão da Capela de Malhapão, que posteriormente irá ser entregue ao grupo.

Recentemente também foi entregue proposta semelhante a Junta de Freguesia de Oiã, que nos ofereceu 100€. Aguardamos agora uma resposta, esperemos que com um final feliz também.

Estes subsídios, juntamente com mais alguma verba que consigamos amealhar com as Janeiras e o nosso saldo acumulado, para alem de continuar a ser o suporte para as nossas actividades, iremos em conjunto com a Comissão da Capela, ajudar a equipar um pouco melhor as salas de catequese, para melhorar as condições das salas, que assim alem de beneficiarem os alunos da catequese, também melhoramos as condições da Capela, que tem sido a nossa sede.

sábado, novembro 18, 2006

Eu conheço um país


Eu conheço um país que tem uma das mais baixas taxas de mortalidade de recém-nascidos do mundo, melhor que a média da União Europeia.

Eu conheço um país onde tem sede uma empresa que é líder mundial de tecnologia de transformadores.

Mas onde outra é líder mundial na produção de feltros para chapéus. Eu conheço um país que tem uma empresa que inventa jogos para telemóveis e os vende para mais de meia centena de mercados.

E que tem também outra empresa que concebeu um sistema através do qual você pode escolher, pelo seu telemóvel, a sala de cinema onde quer ir, o filme que quer ver e a cadeira onde se quer sentar.

Eu conheço um país que inventou um sistema biométrico de pagamentos nas bombas de gasolina e uma bilha de gás muito leve que já ganhou vários prémios internacionais.

E que tem um dos melhores sistemas de Multibanco a nível mundial, onde se fazem operações que não é possível fazer na Alemanha, Inglaterra ou Estados Unidos. Que fez mesmo uma revolução no sistema financeiro e tem as melhores agências bancárias da Europa (três bancos nos cinco primeiros).

Eu conheço um país que está avançadíssimo na investigação da produção de energia através das ondas do mar. E que tem uma empresa que analisa o ADN de plantas e animais e envia os resultados para os clientes de toda a Europa por via informática.

Eu conheço um país que tem um conjunto de empresas que desenvolveram sistemas de gestão inovadores de clientes e de stocks, dirigidos a pequenas e médias empresas.

Eu conheço um país que conta com várias empresas a trabalhar para a NASA ou para outros clientes internacionais com o mesmo grau de exigência. Ou que desenvolveu um sistema muito cómodo de passar nas portagens das auto-estradas. Ou que vai lançar um medicamento anti-epiléptico no mercado mundial. Ou que é líder mundial na produção de rolhas de cortiça. Ou que produz um vinho que “bateu” em duas provas vários dos melhores vinhos espanhóis.

E que conta já com um núcleo de várias empresas a trabalhar para a Agência Espacial Europeia. Ou que inventou e desenvolveu o melhor sistema mundial de pagamentos de cartões pré-pagos para telemóveis. E que está a construir ou já construiu um conjunto de projectos hoteleiros de excelente qualidade um pouco por todo o mundo.

O leitor, possivelmente, não reconhece neste País aquele em que vive – Portugal.

Mas é verdade. Tudo o que leu acima foi feito por empresas fundadas por portugueses, desenvolvidas por portugueses, dirigidas por portugueses, com sede em Portugal, que funcionam com técnicos e trabalhadores portugueses.

Chamam-se, por ordem, Efacec, Fepsa, Ydreams, Mobycomp, GALP, SIBS, BPI, BCP, Totta, BES, CGD, Stab Vida, Altitude Software, Primavera Software, Critical Software, Out Systems, WeDo, Brisa, Bial, Grupo Amorim, Quinta do Monte d’Oiro, Activespace Technologies, Deimos Engenharia, Lusospace, Skysoft, Space Services. E, obviamente, Portugal Telecom Inovação. Mas também dos grupos Pestana, Vila Galé, Porto Bay, BES Turismo e Amorim Turismo.

E depois há ainda grandes empresas multinacionais instaladas no País, mas dirigidas por portugueses, trabalhando com técnicos portugueses, que há anos e anos obtêm grande sucesso junto das casas mãe, como a Siemens Portugal, Bosch, Vulcano, Alcatel, BP Portugal, McDonalds (que desenvolveu em Portugal um sistema em tempo real que permite saber quantas refeições e de que tipo são vendidas em cada estabelecimento da cadeia norte-americana).

É este o País em que também vivemos.

É este o País de sucesso que convive com o País estatisticamente sempre na cauda da Europa, sempre com péssimos índices na educação, e com problemas na saúde, no ambiente, etc.

Mas nós só falamos do País que está mal. Daquele que não acompanhou o progresso. Do que se atrasou em relação à média europeia.

Está na altura de olharmos para o que de muito bom temos feito. De nos orgulharmos disso. De mostrarmos ao mundo os nossos sucessos – e não invariavelmente o que não corre bem, acompanhado por uma fotografia de uma velhinha vestida de preto, puxando pela arreata um burro que, por sua vez, puxa uma carroça cheia de palha. E ao mostrarmos ao mundo os nossos sucessos, não só futebolísticos, colocamo-nos também na situação de levar muitos outros portugueses a tentarem replicar o que de bom se tem feito.

Porque, na verdade, se os maus exemplos são imitados, porque não hão-de os bons serem também seguidos?

Nicolau Santos, Director Adjunto do Jornal Expresso – Ín Revista Exportar

O 1º ANO da JM...

Passado 1 ano desde a primeira reunião e recomeço de actividades da nova Juventude de Malhapão, muito já há a contar sobre esta nova geração. E mais do que se possa dizer, penso que os resultados das actividades e consequentemente do empenho demonstrado pelos elementos da JM, está patente nas actividades realizadas. Actividades estas, que começaram pela elaboração do presépio de Natal e posterior animação da Eucaristia de Natal. Seguindo-se pouco tempo depois uma visita às casas da população, para lhes cantar as Janeiras e distribuir a 1º edição do Pãozinho, que actualmente já vai na 11ª edição. Veio a seguir o Carnaval e com ele a Festa de Carnaval e participação no Desfile de Carnaval em Oiã. A convite do Grupo de Jovens de Oiã “Juntos com JC”, participamos no “Dia Mundial da Juventude”, em Vagos, e no “Fátima Jovem 2006”, em Fátima, entre outros eventos. Não deixamos de dar o nosso contributo no Dia da Comunidade, realizado no Parque das Cales, nos Festejos dos Santos Populares, organizado pela ADAMA, até nos Jogos sem Fronteira, tivemos representantes a defender a honra de Malhapão. Mas a maior actividade da JM, até à data, foi sem duvida o 1º Passeio Ciclo-Turistico de Malhapão. Um verdadeiro sucesso para o grupo e um dia muito bem passado para todos os participantes.

Obviamente que nem tudo tem sido “um mar de rosas”. Só quem está por dentro sabe o trabalho que dá para colocar todas as coisas a funcionar e também, devido à universidade e ao trabalho, o grupo já teve algumas baixas, felizmente não muitas, mas como o grupo é pequeno, todos são poucos, e o numero de entradas é praticamente nulo. Esperemos que com o tempo mais jovens ingressem na Juventude de Malhapão. Tentaremos ligar-nos mais aos grupos de catequese para cativar mais jovens a ingressar futuramente na JM. E enquanto não vão chegando novos “reforços”, para não se subcarregar os elementos, está-se a abrandar um pouco o ritmo das actividades, apostando mais na qualidade do que na quantidade.

Bem, mas uma coisa também é certa, todas estas actividades não eram possíveis de se realizar se não existisse o apoio da população, e por isso, o nosso MUITO OBRIGADO a toda a população e amigos que sempre apoiaram e que continuam a apoiar a Juventude de Malhapão.

sábado, outubro 07, 2006

O Pãozinho da Juventude de Malhapão

É com uma saudação amiga e cheia de muita esperança que vemos caminhar bem o pequeno jornalinho "o Pãozinho", fruto da Juventude de Malhapão que entrou já no l0º número.

A nossa Juventude vê neste “Pãozinho" uma presença amiga em cada casa no lugar de Malhapão. Com ele pretendem comemorar o seu nascimento a 25 de Novembro de 2005 e a sua oficialização em 25 de Dezembro, dia de Nata. Pela 1ª vez o Menino Jesus de Malhapão “repousou" em Presépio feito pelos jovens desta comunidade. Estive presente nesse dia, incentivando a união da comunidade paroquial esperando a colaboração de todos. Disse que me sentia contente, e esperava que todos o ficassem também, com esta iniciativa do lançamento deste pequeno jornal numa paróquia tão grande e tão dispersa, como Oiã. Esperamos que ele seja um traço de união na comunidade local e paroquial, um ponto de encontro dos interesses comuns, com uma informação actualizada para todos, um estímulo á renovação e ao crescimento da fé e do espírito comunitário. Todos sabemos como os meios de comunicação social, quando bem orientados e aproveitados podem servir de instrumentos válidos e úteis para nos informar e formar para ajudar a vencer a tentação de nos fecharmos nos nossos horizontes limitados, nos nossos pequenos problemas, que tantas vezes, nos limitam, empobrecem e dividem. Sabemos que a imprensa é uma força. Ela transmite critérios de vida e maneiras de encarar os homens e os acontecimentos. Neste caso um jornal católico, se for lido, é um precioso meio de actualização e crescimento da cultura nomeadamente católica.

Para tal precisamos da boa vontade de todos, de apostulos da boa imprensa. É necessário quem escreva, quem colabore, quem distribua e quem dê apoio material. Vamos pois dar as mãos pois a união faz a força. Foi este o apelo que fiz no dia de Natal de 2005. Parte bom semeador. Juntos venceremos.

Padre Artur

Visita do Padre Leonel a Malhapão

No passado Domingo, dia 17 de Setembro, a população de Malhapão foi brindada com a visita do padre Leonel, padre da congregação dos Missionários Combonianos do Coração de Jesus, de Coimbra, a Malhapão. Mesmo com o pouco tempo que teve, ainda pode celebrar a eucaristia dominical, juntamente com o padre Artur e ter um primeiro contacto com os jovens e população em geral. Regressando de novo, no dia 21, Quarta-feira, a Malhapão, para uma pequena reunião, com a Juventude de Malhapão, Grupo de Jovens de Oiã e Padre Artur, em que ficou marcada a sua presença e, possivelmente de outros padres Combonianos, para em conjunto com o Grupo de Jovens de Oiã, Juventude de Malhapão, Padre Artur, Catequistas da paroquia de Oiã, Ministros da Comunhão, entre outros, realizar uma semana dedicada às Missões. Estas actividades terão lugar na freguesia de Oiã, de 28 de Novembro a 3 de Dezembro. Esta iniciativa ainda está muito superficial, mas existe vontade de todos para a tornar numa actividade de referência. Com a vontade de todos e trabalhando em equipa, iremos tentar criar uma semana diferente e de referencia no espírito missionário na freguesia de Oiã. Esperemos que seja uma semana especial para todos.

sábado, agosto 05, 2006

Animação Sobre Rodas - 2006

Decorreu no passado dia 23 de Julho, o 1º Passeio Ciclo Turístico de Malhapão. A poucas pedaladas dos 300 participantes, com idades entre os 5 e os 92 anos, vindos de várias localidades do concelho e até de fora do concelho, inclusive com a participação de um senhor que veio a pedalar desde Rio Tinto – Porto até Malhapão, e que com muita alegria e força nas pernas percorreram e encheram de animação as ruas da freguesia de Oiã. Á espera, no Parque das Cales, encontrava-se um saboroso almoço – convívio, que bem regado por várias bebidas proporcionou uma tarde de convívio sem precedentes. Para a atribuição dos prémios para o participante mais novo, para o participante mais idoso e para a bicicleta mais antiga/original, que participaram no percurso, contamos para alem de alguns elementos da Juventude de Malhapão, da Vereadora da Cultura, Laura Sofia, e do Presidente da Junta de Freguesia de Oiã, Dinis Bartolomeu. Agradecemos, também, a presença do Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João e esposa, que também fizeram questão de estar presente no evento. E como não podia deixar de ser, agradecemos a toda a população pela sua grande adesão, que juntamente com o esforço de todos os elementos da Juventude de Malhapão e obviamente das suas mães, pais e amigos, foi possível concretizar este evento com o sucesso que teve. A todos o nosso muito obrigado e parabéns pelo grande feito conseguido. Sem quais queres registos de incidentes, esperamos que no próximo ano se realize com o mesmo sucesso ou ainda mais, se possível, o 2º Passeio Ciclo Turístico – Malhapão-2007.

domingo, junho 04, 2006

Nascidos antes de 1990...

De acordo com os reguladores e burocratas de hoje, todos nós que nascemos nos anos 60, 70 e 80 não devíamos ter sobrevivido até hoje, porque as nossas caminhas de bebé eram pintadas com cores bonitas em tinta á base de chumbo que nós muitas vezes lambíamos e mordíamos. Não tínhamos frascos de medicamento com tampas "á prova de crianças" ou fechos nos armários e podíamos brincar com as panelas. Quando andávamos de bicicleta, não usávamos capacetes. Quando éramos pequenos viajávamos em carros sem cintos e airbags - viajar á frente era um bónus. Bebíamos água da mangueira do jardim e não da garrafa e sabia bem. Comíamos batatas fritas, pão com manteiga e bebíamos gasosa com açúcar, mas nunca engordávamos porque estávamos sempre a brincar lá fora. Partilhávamos garrafas e copos com os amigos e nunca morremos disso. Passávamos horas a fazer carrinhos de rolamentos e depois andávamos a grande velocidade pelo monte abaixo, para só depois nos lembrarmos que esquecemos de montar uns travões. Depois de acabarmos num silvado aprendíamos. Saímos de casa de manhã e brincávamos o dia todo, desde que estivéssemos em casa antes de escurecer. Estávamos incontactáveis e ninguém se importava com isso. Não tínhamos PlayStation, XBox. Nada de 40 canais de televisão, filmes de vídeo, home cinema, telemóveis, computadores, DVD, Chat na Internet. Tínhamos amigos - se os quiséssemos encontrar íamos á rua. Jogávamos ao elástico e á barra e a bola até doía! Caíamos das arvores, cortávamo-nos, e até partíamos ossos mas sempre sem processos em tribunal.

Havia lutas com punhos mas sem sermos processados. Batíamos ás portas de vizinhos e fugíamos e tínhamos mesmo medo de sermos apanhados. Íamos a pé para casa dos amigos. Acreditem ou não íamos a pé para a escola; não esperávamos que a mamã ou o papá nos levassem. Criávamos jogos com paus e bolas. Se infringíssemos a lei era impensável os nossos pais nos safarem, eles estavam do lado da lei. Esta geração produziu os melhores inventores e desenrascados de sempre. Os últimos 50 anos têm sido uma explosão de inovação e ideias novas. Tínhamos liberdade, fracasso, sucesso e responsabilidade e aprendemos a lidar com tudo.


És um deles? Parabéns!

Passa esta mensagem a outros que tiveram a sorte de crescer como verdadeiras crianças, antes dos advogados e governos regularem as nossas vidas, "para nosso bem".

Para todos os outros que não têm idade suficiente pensei que gostassem de ler acerca de nós.

Isto meus amigos, é surpreendentemente medonho... e talvez ponha um sorriso nos vossos lábios:

A maioria dos estudantes que estão nas universidades hoje nasceram em 1986...chamam-se jovens. Nunca ouviram "we are the world" e “uptown girl” conhecem de westlife e não Billy Joel. Nunca ouviram falar de Rick Astley, Banarama ou Belinda Carlisle. Para eles sempre houve uma Alemanha e um Vietname. A SIDA sempre existiu. Os CD's sempre existiram. O Michael Jackson sempre foi branco. Para eles o John Travolta sempre foi redondo e não conseguem imaginar que aquele gordo fosse um dia deus da dança. Acreditam que Missão Impossível e Anjos de Charlie são filmes do ano passado. Não conseguem imaginar a vida sem computadores. Não acreditam que houve televisão a preto e branco.

Agora vamos ver se estamos a ficar velhos:

1. Entendes o que está escrito acima e sorris

2. Precisas de dormir mais depois de uma noitada

3. Os teus amigos(as) estão casados ou a casar

4. Surpreende-te ver crianças tão á vontade com computadores

5. Abanas a cabeça ao ver adolescentes com telemóveis

6. Lembras-te da primeira vez

7. Encontras amigos(as) e falas dos bons velhos tempos

8. Vais mostrar esta mensagem a todos os amigos porque achas que vão gostar.


SIM ESTÁS A FICAR VELHO(A)!!

Recolhido no e-mail de alguém ….

domingo, maio 07, 2006

Encontros de Jovens, onde nunca somos poucos


Mais uma vez se realizou o “Dia Mundial da Juventude”, em Vagos no dia 9 de Abril de 2006. Este ano,
juntamente com o Grupo de Jovens de Oiã, alguns elementos da Juventude de Malhapão também fizeram questão em estar presentes e participar. Cedinho começou este dia espectacular… Mais um dia que nos reunimos em nome d’Ele. Bem cedo lá estávamos todos, ainda sonolentos, mas com muita vontade e força para caminharmos para mais um dia de encontro com Jesus Cristo e com uma vontade enorme de sentirmos no coração todo aquele amor e toda aquela união que todos nos reunimos porque estávamos todos juntos para o mesmo, largando a Vida de lá fora e todos os preconceitos e futilidades que nos prendem e não nos deixa ver Deus.

Um dia em que as amizades estiveram em grande e as emoções à flor da pele. Cantámos, Rimos Saltámos, Dançamos e estivemos em Comunhão com Deus. Resumindo, um dia que vai ficar gravado nas nossas almas e caminhará para o resto das nossas vidas no nosso coração… E mais uma vez sentimos Jesus Cristo pegando-nos ao colo e transportando-nos para junto do seu coração.

Mas este não é o único encontro de jovens, no primeiro fim-de-semana de Maio irá ter lugar em Fátima, o “Fátima Jovem 2006”.

O “Fátima Jovem”, é uma Peregrinação Nacional dos Jovens das dioceses portuguesas a Fátima, neste ano, vai decorrer nos dias 6 e 7 de Maio. Subordinada ao tema «Cristo, Luz do meu caminho» o Fátima Jovem é “uma acção de carácter reflexivo, de ponderação, no fundo um retiro em peregrinação”.

Do programa fazem parte momentos de reflexão e de encontro e uma vigília missionária e na eucaristia com envio.

É pena que para estes eventos os jovens de Malhapão não estejam presentes.

Era bom que os pais também os incentivassem a participar nestes eventos tão ricos culturalmente, em vez de os prenderem em casa. Mas também que os próprios jovens tenham vontade em participar e que participem “de corpo presente”.

Ricardo Caniçais



quarta-feira, abril 12, 2006

Domingo, Abril 09, 2006 - Dia Mundial da Juventude

Mais uma vez se realizou o Dia Mundial da Juventude, em Vagos dia 9 de Abril de 2006.Cedinho começou este dia espectacular… Mais um dia que nos reunimos em nome d’Ele. Bem cedo lá estávamos todos, ainda sonolentos, mas com muita vontade e força para caminharmos para mais um dia de encontro com Jesus Cristo e com uma vontade enorme de sentirmos no coração todo aquele amor e toda aquela união que todos nos reunimos porque estávamos todos juntos para o mesmo, largando a Vida de lá fora e todos os preconceitos e futilidades que nos prendem e não nos deixa ver Deus. Um dia em que as amizades estiveram em grande e as emoções à flor da pele.Cantámos, Rimos Saltámos, Dançamos e estivemos em Comunhão com Deus.Resumindo, um dia que vai ficar gravado nas nossas almas e caminhará para o resto das nossas vidas no nosso coração… E mais uma vez sentimos Jesus Cristo pegando-nos ao colo e transportando-nos para junto do seu coração.



Dia Mundial da Juventude - Vagos - 09/04/06

"A Tua palavra é lâmpada para os meus pés, E luz para o meu caminho" (SI 119,105)"


Mais um encontro...Espera-se que seja uma "nova Assembleia Arciprestal"...

Dia Mundial da juventude 2006 - Este ano irá realizar-se no Arciprestado de Vagos.
A concentração dos participantes será feita em 4 locais diferentes (Sra. de Vagos, St°. António, Salgueiro e S. Romão).

O DMJ 2006 iniciar-se-à portanto em 4 locais diferentes:
Caminho 1 - Srª de Vagos - Capela de S. João - Vagos
Caminho 2 - Stº António - Lombomeão - Vagos
Caminho 3 - Salgueiro - Sousa - Vagos
Caminho 4 - S. Romão - Móveis Orlando - Vagos

Para os que forem de carro, depois de deixarem os participantes no local da concentração, poderão levar o carro para junto da Igreja de Vagos, onde haverá transporte assegurado para os condutores até ao local da concentração do seu grupo. Devem chegar com tempo para que possam todos estar prontos para o caminho às 9h30.

Finalmente o Gja^2 pede encarecidamente que os participantes levem a t-shirt do Gja^2 para fazermos a "onda vermelha" em Vagos!

PROGRAMA

9:15 - Concentração nos seguintes locais

Paróquias de:
Aradas
Eixo
Oliveirinha
S. Bernardo
Local de partida - S. Romão

Paróquias de:
Esgueira
Santa Joana
Vera-Cruz
Glória
Oiã
Local de partida - Salgueiro

Durante a caminhada ocorrerão dinâmicas apelativas.

12:00 - Reflexão da Mensagem do Santo Padre para o DMJ

13:00 - Almoço em Vagos

14:30 - Grande Concerto

16:00 - Eucaristia com o Sr. Bispo D. António


sábado, março 04, 2006

Carnaval 2006!


No passado dia 25 de Fevereiro, a Juventude de Malhapão, realizou uma modesta festa de Carnaval. Modesta não pela falta de preparativos ou apoios, mas pelo pouco apoio do tempo, já que, a chuva e o frio assim não permitiram maiores festejos.
A todos quantos compareceram o nosso muito obrigado, e esperamos que tenham gostado.

Queremos deixar o nosso agradecimento a todos quantos nos ajudaram e apoiaram para reduzir os custos e aumentar a qualidade dos festejos, a todos o nosso muito obrigado

Restaurante “O Lampião” – Fermentelos
Mini Mercado de Malhapão – Malhapão
Padaria “A Lojinha da Avó” – Malhapão
Talhos Carrancho – Palhaça
O Drinks – Aveiro
ADAMA

Mais fotografias em:
www.malhapao-carnaval2006.site.vu

segunda-feira, fevereiro 06, 2006

Comentário de Miguel Areias.:

0i pessoal tudo!
epa espero k como desde o inicio k começa mos todos juntos k assim continuemos até um dia sermos substituidos pelos futuros jovens de malhapão. pois ele foi criado com a ideia de unir os jovens de malhapão e suas respectivas "colonias", e espero que doa a conciencia alguem porke se esta mal k se mude. a inveja é algo k mata. se assim fosse muita gente já tinha morrido. pesso a quem doer a conciencia que tenha calma pois estamos la para levantar malhapão nao para o por a mais abaixo. abraços para todos, ade correr tudo bem, e só mais uma coisa "a inveja tá mais perto do pensam"
Miguel Areias

Apenas acrescento uma pequena coisa,
A melhor forma de criticar ou melhor chamar a atenção a alguem pelos erros que comete, não é criticando ou mandando bocas, mas sim mostrar com trabalho que o outro esta errado...
Não caiam no erro de todos criticarem para maiores se sentirem, porque a queda podera ser tanto maior quando maior for a falta de humildade pelo trabalho e liberdade do(s) outro(s).
Pensem e reflitam antes de criticar o trabalho do outro....
Ricardo Caniçais

sábado, janeiro 14, 2006

Olá pessoal, tudo bem?

Desculpem a minha demora, mas é que eu ando muito ocupado a estudar para os exames.
Os meus parabéns à juventude de Malhapão, pois, desde há muitos anos que não estava-mos tão unidos. Espero que seja uma situação que dure longos anos.

Aproveito para deixar aqui o link para a versão do jornal 1 a cores.

http://queke.no.sapo.pt/Jornal/Jornal_1_cor.pdf

segunda-feira, janeiro 09, 2006

Juventude de Malhapão canta as Janeiras!


Durante a passada semana, armados de suas harmoniosas vozes e seus instrumentos, a Juventude de Malhapão e seus colaboradores, percorreram as ruas de Malhapão, casa a casa, porta a porta, para a todos, as Janeiras cantar.
Sempre bem acompanhados de sua viatura, esplendorosamente decorado, para as generosas ofertas, poder transportar.
Graciosas noites, de grande valor para todos quantos nelas intervieram. A chama da amizade e o entusiasmo que floria entre todos, convertia a noite fria, em simples brisas de Verão, pois nas Janeiras, não há frio, não há tristezas, nem a voz dói, apenas existe alegria e calor em nossos corações.
A Juventude de Malhapão, está muito grata a toda a população, pelas ofertas que ofereceram, e principalmente pelo carinho com que as portas abriram e souberam receber. Agradecemos também, a todos os pais dos intervenientes, a compreensão pelo tempo dispendido na realização das Janeiras.
E com suaves lágrimas caídas do céu nos despedimos este ano das Janeiras, ficando a promessa de para o ano as Janeiras voltar a cantar, para todos voltar a encantar.

Fins a dar às ofertas:

* Todo o dinheiro será depositado na conta da Juventude de Malhapão, para a continuidade da distribuição d’O Pãozinho, e financiamento de futuras actividades culturais e recreativas da Juventude de Malhapão para a sua população.



Juventude de Malhapão

domingo, janeiro 08, 2006


Os meus grandes Amigos...
Estou impressionado com o sucesso que este grupo está a ter nunca pensei!
Também o que era de esperar de pessoas de Malhapão tão competentes e inteligentes.
Mas de tudo o que mais me tem marcado é as amizades que eu tenho construido com este grupo de jovens, eles são fantásticos todos.
E no que diz respeito às raparigas do grupo as "princezas" são as mais bonitas e simpáticas que eu alguma vez já vi.
Sinto-me um priveligiado por estar neste grupo, obrigado a todos pela grande amizade que têm por mim nunca pensei...
Não há palavras...